Setor portuário brasileiro movimenta 1,104 bilhão de toneladas em 2019

Setor portuário brasileiro movimenta 1,104 bilhão de toneladas em 2019
Nos últimos nove anos, a movimentação de cargas no setor portuário cresceu 31,5%.
Fonte: ANTAQ, 13 de fevereiro de 2020.

Divulgação.

Divulgação.

“A movimentação de cargas no setor portuário brasileiro (portos organizados e terminais de uso privado) registrou queda de 1,6% no ano passado em comparação com 2018. Em 2019, as instalações portuárias brasileiras movimentaram 1,104 bilhão de toneladas. Nos últimos nove anos, entretanto, a movimentação de cargas cresceu 31,5%. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pela Gerência de Estatística e Avaliação de Desempenho da ANTAQ.

Os portos privados foram responsáveis por 66% da movimentação total no ano passado e registraram um crescimento médio anual (2010-2019) de 3,4%. Já os portos organizados ficaram com 34%: crescimento médio anual de 2,5%.

Um dos pontos que contribuiu para o decréscimo foi uma menor movimentação de minério de ferro. Em 2019, foram movimentados 39,2 milhões de toneladas a menos que em 2018: uma diminuição de 10%. No ano passado, as instalações portuárias nacionais movimentaram 367,8 milhões de toneladas. Outro fator foi a queda da movimentação de soja: um decréscimo de 10%. Em 2019, os portos e terminais movimentaram 92,4 milhões de toneladas.

33%: Número que representa o minério de ferro na movimentação total

A movimentação de petróleo e derivados, no entanto, aumentou 11% no último ano (224,7 milhões de toneladas). A movimentação de milho também cresceu. Em 2019, foram 55,7 milhões de toneladas. A exportação desse granel aumentou 75% no ano passado em comparação a 2018.

Ranking

Santos (SP) foi o que mais movimentou nos portos organizados em 2019, com 106,2 milhões de toneladas. Em segundo, apareceu Paranaguá (PR): 47,5 milhões de toneladas. Na terceira posição: Itaguaí (RJ), com 43,2 milhões de toneladas. O estudo aponta que dez portos brasileiros são responsáveis por 85% da movimentação total do setor portuário brasileiro.

Em relação aos terminais privados, Ponta da Madeira (MA) movimentou 190,1 milhões de toneladas. Em segundo, Tubarão (ES), com 76,4%. Em terceiro lugar, esteve o Terminal da Baía da Ilha Grande (Tebig), no Rio de Janeiro, que movimentou 51,9 milhões de toneladas.

Navegação

Em 2019, a navegação de longo curso transportou 794,8 milhões de toneladas, sendo 643,4 milhões de toneladas exportadas e 151,4 milhões de toneladas importadas. Na cabotagem, foram transportados 240,3 milhões de toneladas no ano passado. Na navegação interior, 65,7 milhões de toneladas foram transportadas: um aumento de 7,5% (2018-2019).

13%: Crescimento médio anual na movimentação de contêineres na cabotagem (2010-2019)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *